História sobre respeito às diferenças e amizade

Sabe aquele amigo ou aquela amiga que é totalmente diferente de você e, ainda assim, vocês se dão super bem? Às vezes as diferenças são mesmo muito grandes mas, quando existe respeito, são essas diferenças que fazem a amizade ser mais divertida, bonita e forte!

Foi pensando nisso que eu criei a história abaixo, que mostra que as verdadeiras amizades estão acima de quaisquer diferenças!

Aliás, nós adultos podemos pensar até mesmo nos nossos relacionamentos amorosos, não é? Meu marido e eu temos muuuitas diferenças (por exemplo: ele adora música sertaneja, mas eu não suporto… sempre gostei muito de pop, rock, MPB… e para assistir filmes juntos então? A gente raramente concorda… rsrs),  mas não é por isso que deixamos de nos amar, e muitas das nossas diferenças se complementam em vários sentidos e nos tornam mais unidos! Com você também é assim?

Eu já contei essa história para crianças de 3, 7, 9, 11 anos… e todas elas se divertem (os adultos também)! Então recomendo para todas as idades!

DICAS: Peça para as crianças repetirem as palavras mágicas junto com você e diferencie bem as vozes das personagens.

Uma fada e uma bruxa podem ser melhores amigas? É isso que vamos descobrir nessa história…

 

A Fada e a Bruxa

Lívia Alencar

 

blog fada bruxa

Era uma vez uma fadinha e uma bruxinha que eram muito amigas. As duas faziam de tudo juntas: brincavam, faziam magias e também muitas travessuras!

Um dia, a bruxinha convidou a fadinha para comer na sua casa. Mas, quando a fadinha chegou lá, a bruxinha estava atrasada e toda atrapalhada…

– Ai, desculpa, eu ainda não consegui preparar nada… mas é rapidinho, é só fazer uma mágica que a comida aparece.

A fadinha estava morrendo de fome.

– Então, bruxinha, o que você vai fazer pra gente comer?

– Ah, eu pensei em fazer uma torta, o que você acha?

– Eba! Eu adoro torta! Que tal uma torta de pétalas de rosa?

A bruxinha fez uma careta…

– Pétalas de rosa? É… tá bom, eu vou tentar.

Então ela se preparou e disse as palavras mágicas:

– Abracadabra, olho de cabra. PLIM!

Só que, ao invés de sair uma torta de pétalas de rosa, saiu uma torta de asas de barata.

A fadinha falou:

– Ah, bruxinha, obrigada, mas eu não vou querer essa torta não… por que você não faz uma sopa? Uma sopa de raios de luar!

E a bruxinha, para agradar sua amiga, disse:

– Tudo bem, vamos lá: abracadabra, olho de cabra. PLIM!

Só que, ao invés de sopa de raios de luar, saiu uma sopa de cocô de aranha.

A fadinha fez a maior careta e disse:

– Obrigada, bruxinha, mas eu não quero essa sopa… já sei, você pode fazer uma coisa mais simples – que tal biscoitos de morango com chá?

E a bruxinha se preparou e disse as palavras mágicas:

– Abracadabra, olho de cabra. PLIM!

Só que dessa vez saíram biscoitos de língua de morcego com chá de pum de lagartixa.

A fadinha já não aguentava mais… então ela decidiu:

– Bruxinha, vamos fazer o seguinte: deixa que eu faço a minha comida e você fica com as suas, tá? É melhor assim…

A bruxinha ficou um pouco chateada, mas respondeu:

– Tudo bem, fazer o que… eu tentei, mas não consigo fazer as comidas que você quer… desculpa…

– Sem problema, bruxinha. Nós somos muito diferentes, cada uma com seu jeitinho, mas não é por isso que vamos deixar de ser amigas.

E, mesmo com suas diferenças, a fadinha e a bruxinha sabiam que acima de tudo estava a sua amizade, por isso se respeitavam e assim continuaram sempre amigas!

PLIM, PLIM, PLIM, A HISTÓRIA ACABOU-SE ASSIM

 

O que você achou dessa história? Conte para mim nos comentários e compartilhe com seus amigos pelo facebook, WhatsApp e onde mais puder, ok?

Ah, você sabia que o meu E-Book Transforme Vidas Contando Histórias já é o E-Book de contação de histórias mais vendido do Brasil? Estou mesmo muito feliz!!!

Clique abaixo para ver o que as pessoas estão falando sobre ele…

CLIQUE AQUI e DESCUBRA O QUE VOCÊ ENCONTRA NESSE E-BOOK

Sei que você vai adorar!

capa nova ebook

 

61 comentários em “História sobre respeito às diferenças e amizade

  1. Historinha linda, Lívia! Muito obrigada por compartilhar! Não sou sua aluna mas te acompanho há um tempo! Sou recreadora e maquiadora artística e as histórias enriquecem nossa programação de eventos! 😉

    Curtido por 1 pessoa

  2. Lívia gostei de ver mais esta estória as crianças do centro infantil Reino da Criança em Luanda-Angola estão adorando elas e mandando um beijo e muita força que continues a escrever estas estórias lindas e interessantes

    Curtido por 1 pessoa

  3. Oi Lívia Sou de Belém do Pará, Amoo contar histórias para meus alunos, faço as vozes dos personagens e eles ficam encantados. Gostaria de me aprofundar nesta área da coração de histórias .Parabéns pelo seu trabalho. Um abraço

    Curtido por 1 pessoa

  4. Oi Livia. Gastei dessa história,pois além de engracada e usar dois personagens que as gostam muito, é curta. Dou aula para crianças de 5 anos e as histórias tem que ser assim. Parabéns! E obrigada por compartilhar com a gente suas histórias. Sei que seu trabalhou é de contadora de história, e tambem escritora. Vc pensa em publicar suas histórias em livros?

    .

    Curtido por 1 pessoa

    1. Que bom que você gostou, querida! Em resposta à sua pergunta, eu estou trabalhando em um E-Book com minhas histórias infantis. Vai ter dezenas de histórias que não estão aqui no blog e com temas como bullying, inclusão (necessidades especiais), lidar com luto… Logo, logo o E-Book vai sair, então continue acompanhando meu trabalho pelo blog e pelo facebook para não perder, ok? Bjsss!

      Curtir

      1. UMA HISTÓRIA MUITA LINDA, QUE RETRATA AS DIFERENÇAS ENTRE AS PERSONAGENS, MEUS PEQUENOS VÃO GOSTAR COM CERTEZA…OBRIGADA!!

        Curtir

  5. Olá Lívia.
    Eu já contei essa história em um projeto que trabalhei. Minha proposta era articular a contação de história com a prática de filosofia para crianças. Foi interessante, pois após contar a história fizemos um bate papo investigativo onde as crianças, além de compreenderem as diferenças das outras pessoas e de si, entraram no âmbito das diferenças culturais, por meio de referências aos hábitos alimentares de alguns países ocidentais em que os insetos são considerados iguarias. Neste sentido, pudemos desconstruir a carga negativa sobre a bruxinha da história que pairava sobre o ar, visto que possui hábitos alimentares “não tão agradáveis” quanto os da fadinha, levando em consideração a nossa própria cultura e as aproximações que fazemos entre tudo que nos soa mais agradável se relacionar com a fada, e o que não nos agrada relacionarmos com a bruxa. Tudo não passa de uma perspectiva, hábitos e cultura, por isso temos que evidenciar que o respeito é fundamental. Conseguir, de alguma maneira, chegar a essa amplitude com as crianças é muito legal! Claro, respeitando a linguagem e o entendimento de cada etapa da infância. Para tal, a sensibilidade e percepção da pessoa que conta a história e media o processo reflexivo devem estar afinadas. Nunca sabemos até que ponto uma história pode chegar, rs.
    Agradeço por compartilhar conosco o seu trabalho.
    Beijos

    Curtir

      1. Sim, eu sempre dou uma olhada no seu canal do Youtube, para me inspirar, rs. Você é ótima!
        Em outra ocasião, contei a história do cocô. Foi muito divertido! 🙂

        Curtido por 1 pessoa

    1. Muito obrigada pelo carinho e por continuar me acompanhando, minha querida aluna Goreth! Você continua tendo acesso às aulas exclusivas do Curso Avançado de Contação de Histórias pela plataforma com sua senha, além de poder participar dos nossos Encontros Online mensais com os alunos do Avançado, e as histórias e outros conteúdos eu envio para todas as pessoas que estão cadastradas na minha lista de e-mails. Super bjs!!!

      Curtir

    1. Oi, Flavia! Provavelmente o acesso ao E-Book foi parar na sua caixa de Spam quando vc fez a compra, mas eu já identifiquei seus dados e enviei novamente o E-Book para o seu e-mail! Muito obrigada por adquiri-lo e me conte o que está achando quando estiver lendo, ok? Super bjs!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s